A Cabana - O Filme

maio 03, 2017




*Atenção, este post pode conter Spoilers*


Oi gente, tudo bem? No post de hoje trago para vocês, uma breve resenha do filme "A Cabana" com a direção de Stuart Hazeldine. Como já sabem ele é uma adaptação do best-seller A Cabana de William P. Young. Eu assisti ele dia 22 de Abril, e senti que não poderia deixar de escrever sobre ele, que apesar de ser religioso, fascina qualquer pessoa, com suas lições de amor e perdão.
Sinopse: Um homem vive atormentado após perder a sua filha mais nova, cujo corpo nunca foi encontrado, mas sinais de que ela teria sido violentada e assassinada são encontrados em uma cabana nas montanhas. Anos depois da tragédia, ele recebe um chamado misterioso para retornar a esse local, onde ele vai receber uma lição de vida.
Lançamento: 7 de Abril de 2017
Direção: Stuart Hazeldine
O filme todo é uma emoção, o primeiro ponto que me tocou, foi a inteligência da filha mais nova de Mack (Sam Worthington), a pequena Kate, interpretada pela Megan Charpentier. Durante sua viagem para o acampamento, a família avista uma cachoeira, onde o pai, a pedido dos filhos mais velhos, conta a Kate a história de uma índia, que para livrar o seu povo de uma séria doença, se joga do penhasco onde está formada a cachoeira.
O filme também quebra aquilo de que Deus, é um homem velho, branco e barbudo, e nos presenteia com a atriz Octavia Spencer, fazendo esse grande papel. Jesus continua com barba, porém um pouco menos rs, ele é interpretado por Aviv Alush.
Mack, se sente culpado pelo sumiço de sua filha, com isso entra num estado bem parecido com a depressão, um dia ele recebe uma carta, assinada por "Papai" (que é como Kate, chamava Deus), pedindo para que o encontre na Cabana, onde foi achado o vestido da sua filha. E aí começa toda a emoção do filme, lágrimas e até um pouco de risada.

O filme passa muitas lições e aprendizados, como por exemplo, a de que Deus não nos quer ver sofrer, não foi vontade dele o fato da pequena Kate, ter sido sequestrada, nós nos esquecemos, toda vez que algo ruim acontece, que o mundo não é comandado só por Ele, temos o mal também. Porém, não importa se a gente enfraquece a fé, Deus nos ama especialmente, ele entende quando nós enfraquecemos, porém, nunca nos abandona, e nos ensina que perdoar é preciso, e não por quem nos fez o mal e sim por nós mesmo. O filme é de extrema comoção, aprendizado e nos tira lágrimas com certeza.
Esse é um filme que sem duvidas, vou ver ver de novo e de novo e sempre chorar nas mesmas partes, é um filme lindo e que merece um pouco da atenção de todos.
Espero que tenham gostado dessa pequena resenha, e que tenho despertado em vocês, uma pontinha de vontade de conferir esse filme lindo. 
Vejo vocês por aí ♥ e até o próximo post.

You Might Also Like

0 comentários

Oi lindeza, adorei sua visita.
Não se esqueça de comentar e nos seguir nas redes sociais e aqui no blog
Facebook
Instagram
Beijos,
Blog | Rainara Carolina

@ra.ainara